Palmeira

[Palmeira%20dos%20Índios][bsummary]

Viagens

[Viagems][bleft]

Vídeos

[Vídeos][twocolumns]

Curiosidades

[Curiosidades][bsummary]

Desembargador estipula prazo de 30 dias para o funcionamento do Matadouro de Palmeira dos Índios.

O vice-presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Tutmés Airan, em exercício da presidência, conduziu, na manhã desta quarta-feira (19), audiência de conciliação entre a prefeitura do município de Palmeira dos Índios e a Defensoria Pública do Estado a respeito do funcionamento do Matadouro Público Municipal, interditado no dia 06 de novembro devido às condições ambientais e de saúde do local.
     As partes acordaram que, no prazo de 30 dias, a prefeitura de Palmeira dos Índios deverá adotar medidas necessárias ao correto funcionamento do Matadouro, como o melhoramento dos padrões de higiene do local, a obrigatoriedade no uso de trajes e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para abate dos animais e o uso de pistola pneumática de dardo físico para a prática do sacrifício humanitário do gado.
     O município também deve eliminar a entrada de outros animais que possam prejudicar as condições higiênicas do local. O desembargador Tutmés Airan destacou que após o prazo de 30 dias nova audiência será convocada para avaliar o cumprimento ou não dos itens acordados nesta quarta-feira.
     Durante a audiência, o prefeito de Palmeira dos Índios, James Ribeiro, pontuou que todas as medidas necessárias serão colocadas em prática para garantir a continuidade das atividades do Matadouro, que abate, por semana, cerca de 200 animais e garante o sustento de muitos trabalhadores da região.
     Também estiveram presentes na reunião o secretário de Agricultura Paulo Henrique Lopes, o procurador do município de Palmeira dos Índios Aldo de Sá Cardoso e o defensor público Eduardo Lopes.

Fontes:
http://minutopalmeiradosindios.com.br/noticia/2828/2014/11/19/desembargador-estipula-prazo-de-30-dias-para-o-funcionamento-do-matadouro-de-palmeira-dos-ndios-

Nenhum comentário:

Vídeos da Web