Palmeira

[Palmeira%20dos%20Índios][bsummary]

Viagens

[Viagems][bleft]

Vídeos

[Vídeos][twocolumns]

Curiosidades

[Curiosidades][bsummary]

Biografo da Chapecoense escrevia o ultimo capitulo quando veio a tragedia

Ivan Carlos Agnoletto, radialista que narrou 990 jogos do clube de Santa Catarina, estava no ultimo capitulo do livro que escreve sobre a historia da Chapecoense, quando ocorre a tragedia.

Um telefonema para a esposa de Ivan na madrugada de terça-feira, dava os pêsames pela morte de seu marido, "Mas como, se ele está deitado aqui do meu lado?" questiona a esposa. 

Estava finalizando o livro que escreve a seis anos, sobre o primeiro time catarinense a classificar para uma final internacional. Ivan estava na lista de passageiros do acidente do voo da Lamia, que foi divulgada apos o ocorrido.

Mas Ivan tinha cedido seu lugar a seu amigo radialista Gelson Galiotto, que trabalhava com ele a 15 anos, e que tinha o sonho de cobrir a final do time catarinense.
"Na sexta passada, o Galiotto me visitou e falou que ele gostaria muito de fazer a final, que ele nunca tinha feito uma decisão internacional"-Ivan Carlos
 "Você vai fazer a final. Você vai para Medellín.", diz Ivan em ligação para Gelson Galiotto.

O radialista ainda tem as mensagens compartilhadas por Galiotto, pelo Whatsapp.
 "Começou de novo a incomodar esse negócio de Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Agora vamos ter que sair de voo comercial até Santa Cruz de la Sierra na Bolívia e depois lá pegar essa tal de Lamia. Olha, agora acho que vou pegar e vou voltar para Chapecó. Não gosto de sofrer muito", áudio enviado de Guarulhos as 10h56, gravado por Galiotto

O Livro

A ideia de escrever um livro sobre a fundação da  Chapecoense, surgiu quando Ivan, ouvia historias incorretas sobre a fundação do clube.
"Como conheço a história em detalhes, resolvi fazer um trabalho completo. Toda a história verdadeira. Desde a fundação até o momento em que fechar o livro", conta o radialista.
Apos saber da tragedia, Ivan transmitiu, uma mensagem para seus ouvintes na rádio Super Condá, sobre forte proximidade dos torcedores com seus ídolos.
"Por mais que a gente torça para Flamengo, Corinthians, Vasco, Palmeiras, Santos e outros grandes times, na vida a gente é mesmo uma Chapecoense"
Sobre  futuro da Chapecoense, Ivan conta ainda que:
 "A Chapecoense vai se reconstruir. Podem ter certeza", diz ele. "O aço começa derretido. A Chapecoense vai voltar forte."
Baseado em matéria publicada na BBC Brasil

Nenhum comentário:

Vídeos da Web